segunda-feira, 29 de junho de 2015

Motorista morre carbonizado após carro capotar na BR-324

Acidente na 324
 Uma pessoa morreu carbonizada após um carro de passeio capotar e depois pegar fogo na tarde desta segunda-feira (29/06), em um trecho da BR-324, principal via de ligação entre Salvador e o interior do estado.

De acordo com informações do Núcleo de Comunicação Social da Políca Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu após a praça de pedágio da cidade de Simões Filho, no sentido Feira de Santana. A identidade da vítima não foi informada.
 
Conforme a PRF, também houve feridos, mas o órgão não soube precisar o número exato de vítimas. Também não há informações sobre a quantidade de pessoas que estavam no carro no momento do acidente e nem sobre as circunstâncias do capotamento.
 
O motorista do veículo teria perdido o controle do carro, que capotou e parou no canteiro central da rodovia. Os sobreviventes foram levados para um hospital da cidade de Candeias. Não há informações sobre estado de saúde das vítimas.
 
Outro acidente
Outros dois acidentes foram registrados na mesma rodovia na tarde desta segunda-feira, em um trecho na cidade de Amélia Rodrigues. Em um deles, três veículos se envolveram numa colisão e um caminhão tanque tombou no acostamento. O acidente aconteceu na altura do km-563 da rodovia, no sentido Salvador/Feira de Santana.
 
O outro caso aconteceu no mesmo local e envolveu motoristas que pararam na pista, no sentido oposto, para observar a primeira colisão. Segundo a PRF, em nenhum dos dois casos houve feridos.
Informações do g1 

Líder do tráfico de drogas na Bahia é preso em São Paulo

Antônio Dias
 Considerado o maior criminoso da Região Metropolitana de Salvador, Antônio Dias de Jesus, o Colorido, 33, foi preso neste domingo (28), em São Paulo. Procurado há dois anos pela Polícia Civil, ele tinha vários mandados de prisão em aberto por homicídio, tentativa de homicídio, extorsão seguida de morte e tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, além dos mandados de prisão em aberto, Colorido responde a vários inquéritos policiais por homicídio, latrocínio, tráfico e roubo a banco. Ele atuava nos municípios de Pojuca, Mata de São João, Catu, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Esplanada, Alagoinhas, São Sebastião, Dias D’ Ávila e Lauro de Freitas.
 
Investigações da Coordenação de Repressão a Crimes contra Instituições Financeiras revelam que somente em 2015 “Colorido” já participou de vários ataques a agências bancárias, explodindo caixas eletrônicos, nos municípios de Governador Mangabeira, Gandu, Araçás, Riachão do Jacuípe, Entre Rios, Berimbau, Pojuca, Mata de São João e Esplanada.
 
Foragido na capital paulista há quatro meses, Colorido pretendia fugir, na próxima semana, para Santa Catarina. Antes, porém, permaneceu escondido por um ano e meio em Itabuna e Ilhéus. Durante esse período, o criminoso se utilizou de identidades falsas para dificultar o trabalho da polícia, liderando, assim, o tráfico de drogas naqueles municípios da Região Metropolitana de Salvador onde mantinha controle.
 
De acordo com o delegado Jorge Figueiredo, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) , a Colorido é atribuída a autoria intelectual de vários crimes, entre eles, a morte de um policial militar em Dias D’ Ávila. “A organização criminosa comandada por ele possui logística bem delimitada e definição de papéis para cada integrante”, disse Figueiredo.
 
Segundo Figueiredo, desde abril sua equipe realiza diligências em São Paulo para localizar Colorido, cuja prisão contou com o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil de São Paulo. As investigações apontam a ligação de “Colorido” com o traficante Genilson Lima da Silva, o “Perna”, que está no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná.

Viatura da PM capota e deixa dois policiais feridos na Bahia

Local do acidente
 Uma viatura da Polícia Militar (PM) capotou no Km 242 da BA-142 deixando dois policiais feridos. Segundo informações da PM, o acidente aconteceu por volta das 18h30 do domingo (28), quando homens da 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Brumado se dirigiam para o Distrito de Cascavel, no centro-sul baiano, para realização de patrulhamento.

Uma viatura da Polícia Militar (PM) capotou no Km 242 da BA-142 deixando dois policiais feridos. Segundo informações da PM, o acidente aconteceu por volta das 18h30 do domingo (28), quando homens da 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Brumado se dirigiam para o Distrito de Cascavel, no centro-sul baiano, para realização de patrulhamento.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Polícia prende dupla que matou jovem e estuprou outra em Buraquinho

Acusados presos
 A polícia prendeu dois homens suspeitos de matar uma jovem, além de estuprar e agredir outra garota no bairro de Buraquinho, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Um adolescente de 17 anos, conhecido como "Índio", também foi apreendido por envolvimento no crime, que aconteceu no dia 26 de abril. Todos suspeitos foram apresentados na manhã desta sexta-feira (26/06) pela Polícia Civil.

Segundo a polícia, os ataques aconteceram na Rua Carlos Conceição, em frente ao Condomínio Versailles, em um terreno abandonado. Na época, Romário Santana da Silva e Jeferson Jesus Carvalho, conhecido como Leôncio, mataram Ingrid Leal Mendes. A amiga dela foi baleada sete vezes, degolada e estuprada e ainda continua internada no Hospital Geral do Estado.
 
De acordo com a polícia, Romário Santana da Silva, que estava escondido na casa dos avós, foi preso no dia 26 de maio na localidade conhecida como Água Fria, em Riachão do Jacuípe. Já Jeferson foi preso no dia 8 de junho, no bairro de Portão, em Lauro de Freitas. 
 
Devido à falta de documentação e ao fato de a sobrevivente ter ficado em coma por mais de duas semanas, as vítimas só foram identificadas cerca de 10 dias depois do crime. Um laudo papiloscópico, que examina a impressão digital, constatou que o corpo era de Ingrid Leal Mendes. De acordo com a polícia, ela namorava à época Romário, um dos acusados de tê-la matado.
 
Ainda de acordo com as investigações, as duas jovens teriam saído de Feira de Santana no dia 26 de abril para encontrar Romário em Portão. Lá, ele apresentaria um amigo à colega de Ingrid. Quando o amigo se ausentou para ir ao banheiro, Jeferson e o adolescente de 17 anos, chegaram ao local.
 
O grupo, então, recebeu uma ligação que ordenava a execução das duas garotas. De acordo com a polícia, a ordem teria sido dada pelo traficante Jackson, um dos líderes do tráfico de Portão, que está preso no Complexo Penitenciário de Mata Escura. A decisão teria sido motivada pelo fato de Ingrid ter relação com o tráfico na região de Camaçari.
 
As duas garotas foram levadas em um carro, pertencente ao pai de Romário, até Buraquinho e atingidas por diversos disparos de armas de fogo, degoladas e estupradas. De acordo com a polícia, elas foram encontradas sem calcinha no local do crime.  O caso é investigado pelo titular da 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas), delegado Joelson dos Santos Reis.
 
Informações do repórter Gil Santos do CORREIO 24 HORAS 

Homem diz que matou Policial Militar para pagar dívida ao PCC

Maurício S Santos
 Maurício Silva Santos, 22 anos, um dos suspeitos de matar o policial militar José Robson dos Santos Costa, 41 anos, na noite de quarta-feira (24/06), quando ele participava de uma festa junina na casa de familiares em Caldas do Jorro, na cidade de Tucano, confessou em depoimento na delegacia sua participação no crime. Ele foi preso no final da tarde desta quinta (25/06) no Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, e informou que praticou o crime para pagar uma dívida de 15 mil reais que tinha com a Facção Primeiro Comando da Capital (PCC) de São Paulo.

De acordo com o delegado Jean Souza, titular da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana, Maurício Silva Santos contou que já morou em São Paulo e os indivíduos a quem ele devia vieram para a Bahia, o localizaram e o levaram para o Jorro. Lá, eles teriam informado que Maurício deveria quitar a dívida com a morte de um policial que estava em uma residência passando os festejos juninos.
 
Segundo o delegado, Maurício não informou qual a ligação do PCC de São Paulo com o PCC da Bahia e nem quem era o outro elemento que estava junto com ele na prática do crime. De acordo com a delegada Dorean dos Reis Soares, o outro suspeito já foi identificado pela polícia.
“Maurício contou que eles entraram na casa, colocaram todos no chão e perguntaram quem era o policial. Enquanto ele revistava uma pessoa que estava na casa, o policial sacou a arma e ele revidou dando dois tiros em José Robson, que já estava no chão. Depois eles fugiram. Maurício disse que sabia que aquele policial estaria naquela residência, mas que não sabia de que policial se tratava”, informou Jean Souza.
 
Ainda conforme o delegado Jean Souza, a polícia está colhendo detalhes e as investigações estão sendo feitas para saber se a morte do policial pode ter ligação com a atuação dele naquela região contra o tráfico de drogas.
 
“Agora Maurício será encaminhado para Tucano, onde será feito o procedimento policial complementar. Lá já tem um inquérito em curso e essas investigações vão continuar na delegacia que deve encaminhar o procedimento para o Fórum de Tucano, para determinar para onde ele será levado”, afirmou.
 
As informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Suspeito de ter matado PM em Caldas do Jorro é preso no HGCA

Maurício S. Santos
 Após investigações, Policiais Militares da Cipe Litoral Norte prenderam no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, um homem suspeito de matar o PM José Robson dos Santos Costa, 41 anos, na noite de quarta-feira (24/06), quando ele participava de uma festa junina na casa de familiares em Caldas do Jorro, na cidade de Tucano, foi preso no final da tarde desta quinta-feira (25) no.

De acordo com a delegada Dorean dos Reis Soares, Maurício Silva Santos, 22 anos, foi reconhecido por uma testemunha como um dos autores, e que, inclusive ele seria o homem que estava que uma arma longa e que teria disparado contra o soldado José Robson.
 
Segundo a delegada, Maurício Silva Santos deu entrada no Clériston Andrade na madrugada de hoje, vindo da cidade de Araci, que fica a cerca de 30 km do distrito de Caldas do Jorro. No hospital, ele não soube explicar como tinha sido baleado.
 
“Uma guarnição do Cipe Litoral Norte, por determinação do comando, saiu da cidade de Conceição do Jacuípe e deu início a perseguição dos elementos e houve a informação de que um deles teria dado entrada no Clériston, vindo de Araci. O tenente Cajado se deslocou até o hospital e após apuração, que chegou da cidade de Tucano e uma testemunha reconheceu Maurício como um dos autores do homicídio, imediatamente a guarnição deu voz de prisão e ele está sendo autuado na delegacia de Feira de Santana”, disse.
 
Dorean dos Reis Soares informou que ele foi ouvido preliminarmente e informou que ia se encontrar com a namorada em uma estrada escura e que ouviu um estampido de uma bomba. Logo depois, ele percebeu que estava ferido. Ela afirma que Maurício nega participação no crime, mas que as investigações e o reconhecimento da testemunha, levou a polícia até o suspeito.
“O outro suspeito também já está identificado e a polícia não sossegará enquanto não prendê-lo. É questão de tempo e de honra, pois nossa resposta é aplicando a lei. Não podemos trazer a vida do policial, mas a justiça está sendo feita. Vale ressaltar que o diretor do Depin, Dr. Ricardo Brito, determinou e deslocou uma equipe para a cidade de Araci e junto com a polícia militar foi apreendido um casaco usado por um dos autores e um boné vermelho. Esse material está sendo trazido para ser periciado junto com a arma do policial”, destacou.
 
A mãe de Maurício não acredita que o filho tenha envolvimento na morte do policial. Ela informou que o filho saiu da casa dela, que fica em Araci, no dia 23, por volta das 19h30, e que ele disse que ia participar dos festejos juninos da cidade, porém ele não retornou para casa. A mãe dele contou que na quarta-feira a noite outra filha dela chegou em casa e avisou que Maurício tinha sido baleado, não sabendo informar onde e de que forma.
Informações são do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

quinta-feira, 25 de junho de 2015

PRE registra 11 mortes nas estradas estaduais baianas

Local do acidente
 Onze pessoas morreram nas estradas estaduais na Bahia durante os sete dias da "Operação São João", segundo balanço da Polícia Militar (PM) divulgado nesta quinta-feira (25/06). A ação especial teve início na sexta (19) e durou até a manhã desta quinta. Os dados revelam que o número de vítimas fatais cresceu em comparação ao período junino de 2014, quando uma pessoa morreu.

Das mortes em 2015, sete foram resultado de colisões, uma de capotamento, uma vítima após atropelo de animal, outra de atropelamento e uma após cair numa ribanceira. Ao todo, o período somou 75 acidentes, com 56 pessoas feridas, 35 lesões leves. O balanço apontou que 7.641 mil abordagens foram realizadas nesses sete dias de fiscalização.
Dos veículos abordados, 1.948 foram autuados e 67 retidos, informou a PM. Além disso, a polícia recolheu 21 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e também 78 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).
 
Segundo a PM, neste ano, houve aumento no número de abordagens a veículos em 134,74% e no de notificações de veículos em 158,35%, comparando ao mesmo período do ano passado. A PM informou ainda que 11.371 pessoas foram abordadas, e uma delas foi encaminhada para a delegacia, suspeita de dirigir sob efeito de bebida alcoólica, o que foi constatado em exame.O condutor transitava na BA-409, no trecho entre as cidades de Serrinha e Conceição do Coité.
 
Ainda de acordo com a polícia, outras sete pessoas foram conduzidas a delegacias. Entre elas, uma adolescente, apreendida por tráfico de drogas; um homicida com mandado de prisão em aberto e flagrado com pistola calibre 40. Além disso, foram lavrados termos circunstanciados e prisões por porte ilegal de armas, embriaguez ao volante, falsificação de placa de identificação de veículo e tráfico de drogas.
 
Informações do g1