quarta-feira, 4 de março de 2015

PRF desarticula quadrilha de estelionatários que se preparava para aplicar golpes na Bahia

Documentos aprendidos
 Policiais Rodoviários Federais desarticularam uma quadrilha de estelionatários na tarde desta terça-feira (03/03), na BR 116-Sul em Feira de Santana, nas proximidades do KM 429. Até o momento os policiais prenderam quatro pessoas, que não tiveram os nomes revelados.
A prisão dos acusados aconteceu após abordagem a um veículo Ford Focus, com placa de São Paulo, durante uma operação de combate ao crime organizado na região.
Acusados presos, ainda não tiveram os nomes divulgados pela PRF 
 
Com a quadrilha os policiais encontraram diversos documentos falsos, 13 cédulas de Carteira Nacional de Habilitação e 35 de carteira de identidade, ainda em branco e uma plastificadora de documentos.
 
Segundo os policiais, dois suspeitos possuem mandados de prisão em aberto e, ao serem questionados pelos federais, disseram que vieram para a Bahia com a finalidade de aplicar diversos golpes. Ainda de acordo com a polícia, a informação dos suspeitos foi confirmada através de diversas conversas em WhatsApp nos celulares do grupo.
 
Os federais afirmaram que a prisão aconteceu durante Operação de combate à Criminalidade realizada na região. Após abordagem ao veiculo Ford Focus, com placa de São Paulo. Todos foram autuados em flagrante por formação de quadrilha, falsificação de documentos público, entre outros crimes.

Jogador de Futebol é preso com aproximadamente 5 Kg de maconha e uma arma de fogo

Jogador preso
 Policiais do Pelotão de Emprego em Táticas Operacionais (PETO) da 66ª Companhia Independente de Polícia Militar (66ª-CIPM) prenderam no final da manhã desta terça-feira (03/03), jogador de futebol, Alexsandro Ayres da Silva, 29 anos, no interior de uma residência, na Rua Prudente de Morais, no bairro Ponto Central em Feira de Santana.

O delegado Carlos Lins, adjunto da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes (DTE), responsável pela lavratura, do auto de flagrante do jogador, contou para reportagem que o mesmo foi preso com aproximadamente 5 Kg de maconha, meio Kg de crack e um revolver calibre 32.
Carlos Lins frisou ainda que a prisão do jogador aconteceu depois de uma briga com um vizinho. “O Alexsandro teria se desentendido com um vizinho e também teria feito ameaças de morte com arma em punho. A PM foi acionada e quando uma guarnição chegou a residência do acusado, o mesmo soltou o cão Pitbull para cima, mas os militares conseguiram espantar o cachorro e prender o jogador”.
 
“No momento que os policiais adentraram no interior da casa, Alexsandro estava na companhia de um comparsa, que atirou sacos de drogas para o quintal do vizinho, mas os policiais flagraram e apreendeu toda a droga, enquanto o comparsa do jogador conseguiu fugir”, explicou Lins.
 
Jogador Atualmente
Na delegacia, Alexsandro contou que jogou no Fluminense de Feira , no ano passado chegando a disputar a segunda divisão do Campeonato Baiano e também jogou no Feirense e no Astro e em outros clubes do Brasil como: Ponte Preta; Portuguesa (SP); Americana (SP) e Figueirense.
“Ele alegou também que a droga pertence ao amigo que conseguiu fugir e que apenas é usuário de drogas, mas já estava se preparando para viajar para Coreia do Sul, onde defenderia um clube de futebol da coreia, alegou também que já estava com passaporte tudo certo para viajar”, finalizou o delegado .
 
Após ser ouvido na delegacia, o jogador foi encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana, onde responderá por tráfico de drogas e Possi ilegal de arma.

Polícia apreende dezenas de cães em situação de maus tratos

Apreensão dos animais
 Cerca de 50 cachorros foram encontrados amarrados,  acorrentados, com fome e sede numa chácara no distrito de Cruzeiro, no município de Conceição da Feira. De acordo com o tenente Pereira, que é comandante do pelotão da cidade, as polícias Militar e Civil descobriram o canil na segunda-feira (2) quando perseguiam um traficante.

“Recebemos a informação de que o traficante tinha se deslocado para esse sitio. Quando chegamos aqui percebemos essa criação de cães nesse descaso. Os cães estão totalmente abandonados, passando fome e sede. Quando vimos isso, denunciamos aos órgãos competentes”, afirmou.
Segundo o Tenente, o proprietário da chácara é morador de Salvador e foi identificado como André Luiz Silva Longuinhos. Ele mantinha a criação de cães em Conceição da Feira e revendia os filhotes dos animais. “O caseiro informou que o proprietário passa meses sem aparecer aqui e quando chega é apenas para pegar os cães e levar para casa e vender”, informou.
 
Noel dos Santos Silva, caseiro na chácara, informou ao Acorda Cidade que trabalha no local há cerca de quatro anos. Ele disse que é responsável por alimentar os animais e limpar o canil, porém afirmou que não consegue fazer todo o trabalho sozinho. O caseiro também contou que não tem autorização soltar os animais.
 
“Não posso fazer nada se não o proprietário reclama. Quando os cachorros adoecem não tem remédio para eles. Eu dou graças a Deus que apareceram para resolver esse problema. Sou funcionário e não posso fazer nada”, afirmou.
 
Carolina Busseni, que é advogada e presidente da Comissão de Proteção e Defesa Animal da OAB, Sub Secção de Feira, informou que está entrando em contato com ONGs de Salvador para saber para onde os cães serão levados.
“É terrível o que estamos vendo. Vamos retirar esses animais daqui, localizar o proprietário para ele responder pelo crime que cometeu, que é crueldade e maus tratos contra diversos animais. O que a gente vê aqui é um absurdo. Os animais estão em meio a fezes e urina, sem uma gota de água, presos a correntes, sem consegui se movimentar e nem mesmo deitar. Vamos retirar todos daqui”, destacou.
 
Informações e fotos do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Centenas de pássaros silvestres são apreendidos na BR-101

Aves apreendidas
 Centenas de pássaros silvestres foram apreendidos pela Companhia Especializada de Policiamento da região cacaueira, às margens da BR-101, em Ubaitaba, sul da Bahia, na madrugada desta terça-feira (03/03). Elas foram encontradas desidratadas, com fome e amontoadas em caixas de papelão, madeira e gaiolas. Os dois homens flagrados transportando ilegalmente os pássaros foram apresentados na delegacia.

A apreensão ocorreu após a abordagem da polícia a um carro suspeito. Os pássaros foram levados para a sede da policia ambiental, em Ilhéus. As espécies apreendidas foram: pássaro preto, papa capim, caboclinho, papagaio e canário terra. Algumas delas correm risco de extinção, como a chauã ou papagaios da cabeça vermelha, amarela ou azul.
Alguns dos animais apreendidos têm menos de dois meses. Outros nasceram há menos de uma semana e são completamente indefesos. Na sede da polícia, os pássaros receberam os primeiros cuidados e alimentação para seguir viagem. Segundo a policia, a suspeita é de que as aves sejam da região de Camacan e São João do Paraíso, e seriam levadas para Feira de Santana.
Informações do g1  e foto: Camila Oliveira/TV Santa Cruz

Caminhoneiros desistem de "buzinaço" e negociam com parlamentares

Manifestantes
 Os caminhoneiros concentrados no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, desistiram do "caminhonaço" em direção ao Congresso, depois que alguns parlamentares visitaram o local, na manhã desta terça-feira (3), e agendaram reuniões com representantes dos motoristas, à tarde, no Congresso, para discutir as reivindicações. Cerca de 30 caminhões estacionaram no estádio vindos de Luziânia onde segunda-feira (2) aguardavam pelas negociações com o governo.

Os manifestantes se disseram satisfeitos com a aprovação da Lei dos Caminhoneiros, sancionada na segunda (2) pela presidente Dilma Rousseff, mas ressaltaram que a questão do preço do combustível é o ponto central de suas reivindicações - determinante para que parem com as mobilizações.
 
"A aprovação da lei foi boa, não negamos. Mas nós queremos mesmo é o que o preço do óleo seja baixado. E queremos também que seja feita uma tabela referencial para a questão do frete", disse Alceu Tramujian Neto.
 
Ainda de acordo com Alceu, os deputados prometeram levar aos colegas parlamentares soluções para essas reclamações. "Eles [parlamentares] disseram que vão tentar debater a possibilidade de baixar algum tributo cobrado sobre o preço do combustível", explicou.
 
Na semana passada, após participar de cerimônia para entrega de casas populares do Programa Minha Casa, Minha Vida, a presidente Dilma Rouseff disse que "o governo não tem como baixar o preço do diesel". Ela também defendeu a política de preços do governo para os combustíveis, que não é diretamente vinculado à cotação internacional do petróleo, e acrescentou que a estratégia será mantida.
 
O caminhoneiro Gilberto Bandeloff disse que o "buzinaço" foi adiado porque os motoristas estão se fiando na promessa dos parlamentares. "Por enquanto, estamos nos fiando na promessa deles [deputados]. Acho que o governo vai atender nossa reivindicação, porque temos, agora, representantes no Congresso", disse.
 
Gilberto adiantou que a categoria não tem ainda definições sobre os próximos passos da manifestação. Ressaltou que, por enquanto, a reunião para o diálogo era o melhor caminho a ser tomado. "Eles prometeram conseguir essa pauta no Congresso ainda hoje pra gente. Vamos esperar por isso", terminou.
 
Informações do CORREIO 24 HORAS 

Manifestantes fecham BR-349 e vias de acesso para pedir obras

Protesto
 Moradores da cidade de Itapicuru, na região nordeste da Bahia, realizam uma manifestação na BR-349 há quase dois dias, segundo informações da Polícia Militar, obtidas nesta terça-feira (03/03). O protesto é contra o estado de conservação da rodovia, que liga o município à cidade de Tobias Barreto, em Sergipe.

Os manifestantes pedem que obras de reforma sejam realizadas na estrada, que, segundo eles, está em péssimas condições. As vias de acesso às cidade de Olindina e Rio Real também foram fechadas. De acordo com a polícia, apenas ambulâncias são permitidas transitar.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que, apesar de se tratar de uma BR, a rodovia é de responsabilidade do estado. Os moradores exigem a presença de representante do governo. A Polícia Militar informou que, até as 17h, a situação permanecia.
 
Informações do g1 e foto: Wesley SIlva

segunda-feira, 2 de março de 2015

Presos 'ostentam' armas, churrasco, bebidas e esteira na Lemos Brito

Preso com cerveja
 Presos da Penitenciária Lemos Brito, situada no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, foram flagrados "ostentando" churrasco, bebidas, armas, suplementos alimentares e até uma esteira ergométrica dentro da unidade.

Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia (Sinspeb), as fotografias com a "farra" foram encontradas nos celulares dos presos apreendidos entre o final de 2014 e início deste ano.
 
Em contato com o G1, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) afirma que tem conhecimento da denúncia e que irá se posicionar ainda nesta segunda-feira (2). A reportagem também tentou contato com o Superintendente de Gestão Prisional, major Júlio César, mas ele não atendeu as ligações.
Em novembro de 2014, uma outra denúncia do Sinspeb apontou a realização de prostituição dentro da penitenciária. Na época, a Seap informou que não foi informada sobre o caso formalmente.
 
“Eles tiram essas fotos e elas ficam circulando entre eles. Ficam se gabando entre os módulos. É um absurdo. Não há controle, não há sistema integrado para impedir isso”, critica Geonias Santos, coordenador do Sinspeb.
 
De acordo com o Ministério Público, um inquérito civil foi aberto para apurar as condições de funcionamento da penitenciária.
"Isso é fruto da falta de estrutura da penitenciária e de segurança. Até hoje não existe muralha, não existe cerca. A portaria é precária, as revistas deixaram de ser íntimas porque ofendem a dignidade da pessoa humana. Infelizmente, não houve a substuição dessa revista por equipamentos que sejam eficazes. Você tem uma falta de policiamento na guarda e, segundo o que a gente apurou, somente 30% das guaritas estão efetivamente cobertas", disse o promotor Edmundo Reis.
 
Segundo o coordenador do Sinspeb, pessoas do lado de fora da penitenciária chegam a arremessar armas e celulares para dentro do presídio. "Essas coisas [comidas, bebidas, armas] chegam de todas as formas: intermédio de visitas, pessoas que arremessam do lado de fora. Na penitenciária não tem muro externo, não tem vigilância externa, as portas estão caindo aos pedaços. Aqui não tem condição de segurança e estrutura para funcionar", completa Geonias Santos.
O coordenador conta que a penitenciária dispõe, diariamente, de cerca de vinte agentes penitenciários, que atuam entre mais de 1,2 mil detentos. "Tem agente penitenciário entregando sua vida nas mãos de Deus. Ele não tem nenhum tipo de garantia que sairá de lá vivo. O agente vê e sabe que não tem na gestão uma ação para por fim a essas situações calamitosas".
 
De acordo com o promotor Edmundo Reis, somente com término das investigações será possível determinar se a penitenciária continuará operando. "Isso envolve uma série de itens e vetores diferentes que nós temos que analisar e trabalhar com muito cuidado. Temos que trabalhar a extensão real do problema para, a partir daí, junto com as secretarias próprias, chegar uma possibilidade de resolução do problema", conclui.
Informações do g1 e Fotos: Sinspeb/Divulgação