quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Geovane não foi morto a tiros e sim decapitado, diz polícia

Geovane Mascarenhas
 Segundo médicos peritos, Geovane Mascarenhas de Santana, 22, que desapareceu no dia 2 de agosto após abordagem de três policiais militares, não foi morto a tiros, segundo apontam exames. Corpo do jovem, encontrado no último dia 3, no Parque São Bartolomeu foi decapitado, carbonizado e teve duas tatuagens e os órgãos genitais removidos com um objeto cortante.

Durante coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (20), o Departamento de Polícia Técnica (DPT) indicou que exames de DNA confirmaram que uma mão identificada por papiloscopia como sendo de Geovane é compatível com o corpo e a cabeça encaminhados ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML). Assim, não foi necessário o reconhecimento dos restos mortais por familiares.
 
Segundo o DPT, o corpo de Geovane passou por uma série de exames em diferentes coordenadorias, começando pela Tanatologia, Antropologia Forense, Anatomia Patológica, Necropapiloscopia, DNA, Toxicologia e, por fim Radiologia. Foi indicado, ainda, que não houve o uso de arma de fogo.
Outros exames complementares ainda estão em fase de desenvolvimento e, segundo o perito médico legista do DPT, Paulo Peixoto, dentro de dez dias ele saberá qual foi a causa da morte e outros detalhes sobre o crime. "Nós estamos levantando os exames para saber se ele foi decapitado antes ou depois da carbonização", afirmou.
 
Paulo confirmou, ainda, que as tatuagens foram removidas por objeto cortante, mas disse não poder afirmar se isso foi feito para dificultar a identificação da polícia.
 
O corpo de Geovane já foi liberado para que a família possa sepultá-lo.
 
Entenda o caso
 
Desde o desaparecimento de Geovane, o pai vem atuando como um “P2”, que no jargão policial se refere a PMs que atuam, sem farda, em investigações. Na investigação por conta própria, foi Jurandy que conseguiu as imagens em que o filho é abordado por policiais militares. Foi a última vez em que Geovane foi visto.
 
O caso veio à tona depois da  publicação do vídeo pelo CORREIO, na quarta-feira. 
 
Os PMs envolvidos são das Rondas Especiais (Rondesp) Baía de Todos os Santos, localizada na 14ª Companhia Independente (Lobato), mas a corporação se nega a identificá-los.
 
Em, nota, a PM diz que está preservando a identidade dos policiais por uma questão técnica do inquérito policial, “pois as provas colhidas até o presente momento são contraditórias e os indícios de culpabilidade só irão se apresentar com a conclusão do inquérito (Policial Militar)”.
 
Há dois inquéritos abertos sobre o caso: um Inquérito Policial Militar (IPM), que corre na Corregedoria da PM e investiga a atuação dos policiais; e um inquérito civil, aberto no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o desaparecimento do rapaz. Na quarta-feira, a PM havia informado que o prazo para conclusão do IPM era de 30 dias. Ontem, passou para 40. 
 
Informações do CORREIO 24 HORAS 

Advogado invade escritório e executa empresário

Prisão do advogado
 Uma discussão terminou em um morto e dois feridos, na tarde de terça-feira (19/08) em um edifício localizado no centro de Teixeira de Freitas, cidade localizada no extremo sul da Bahia.

De acordo com informações da polícia local, o advogado e cafeicultor Danilo Ungaro, de 34 anos, executou com diversos tiros o empresário Nelson Gonçalves Guimarães Filho, 48, baleou Rogéria Zatta Guimarães, mulher do empresário e o sócio da empresa, Juliano Guimarães Silva de 30.
Nelson Filhofoi morto com dois tiros no tórax e um de raspão na cabeça. O criminoso fugiu numa Caminhonete Ford, modelo Ranger, cor prata, Placa Policial FBL-2306, licenciada de Barueri-SP.
 
Ungaro é herdeiro e responsável por administrar a Fazenda JU, na cidade de Itamaraju. Ele invadiu o escritório da empresa Juliano Guimarães Ltda, empresa especializada no gerenciamento financeiro de fazendas de café que prestava serviços de consultoria para o império da família, uma das mais ricas do extremo sul baiano, e atirou a queima roupas nas vítimas. O advogado foi preso minutos após o crime tentando fugir pela BR 101.
Ungaro disse em depoimento que a discussão foi motivada por desconfiança diante de possíveis irregularidades cometidas pelo empresário. Após discussões e ameaças, o advogado resolveu assassinar Guimarães, o sócio e a mulher que também trabalhava na empresa. Para ele, “todos participavam do esquema”. Ele permanece preso na carceragem da delegacia de Teixeira de Freitas. A arma utilizada no crime foi apreendida com o acusado.
 
Rogéria Zatta e Juliano Guimarães passaram por cirurgia e permanecem internados em um hospital da cidade. Os tiros que partiram da arma de Ungaro transfixaram as paredes do escritório e atingiram a redação do site Teixeira News. Nenhum jornalista foi atingido. Guimaraes deixa dois filhos, uma adolescente de 16 anos e um garoto de 8. O crime segue sendo investigado.
Danilo Ungaro é filho do patriarca da família Ungaro, dona da JU, empresa que comanda a produção de café nos municípios de Itamaraju, Prado, Vereda e Teixeira de Freitas. A família é dona de fazendas nas respectivas cidades.

Ônibus bate em caminhão na BR-324; motorista fica preso às ferragens

BR-324
Um ônibus bateu na traseira de um caminhão na manhã desta quarta-feira (20/08), no km 560, da BR-324, na altura do município de Terra Nova, região metropolitana de Salvador. Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do ônibus ficou preso às ferragens.
 
Ainda de acordo com a PRF, após o acidente, a equipe de emergência móvel da Via Bahia fez resgatou a vítima e encaminhou para um hospital da região. Ainda de acordo com o órgão, o motorista teve ferimentos leves.
 
A PRF não soube informar mais detalhes sobre o acidente. Segundo a polícia, o trânsito ficou lento no local, mas até por volta das 8h33, a situação havia sido normalizada.
 

Idoso morre e 4 ficam feridos após ônibus bater em caçamba na BR-020

Local do acidente
 Um ônibus bateu em uma caçamba quebrada que estava parada no km 180, da BR-020, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, a 940 km de Salvador, por volta das 5h10 desta quarta-feira (20/08).

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um idoso de 62 anos, Luís Yoshio Shirabe, morreu a caminho do hospital. Outras quatro pessoas ficaram feridas.
 
Ainda de acordo com a PRF, todas as vítimas estavam dentro do ônibus, da Empresa Real Expresso, que saiu de Brasília, na noite de terça-feira (19), e seguia para a cidade de Barreiras, no oeste da Bahia. Ambulâncias do Samu fizeram o atendimento no local do acidente. 
Os quatro feridos foram encaminhados para um hospital da região. A PRF não soube informar mais detalhes sobre o acidente.
 
Informações do g1  e foto: Sigi Vilares/Blog do Sigi Vilares

Definido esquema de segurança para Expofeira

Guarda Municipal
 A Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira 2014), que ocorre no período de 7 a 14 de setembro, contará com um esquema de segurança formado por 121 homens atuando na área interna do Parque de Exposição João Martins da Silva. O efetivo e a distribuição foram definidos durante reunião dos coordenadores, na manhã desta terça-feira, 19.

Durante a reunião, realizada no Parque de Exposição, o secretário de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural (Seagri), Ozeny Moraes, ressaltou a preocupação em garantir uma melhor segurança para os visitantes e também expositores e barraqueiros.
 
A segurança será garantida por 85 homens da empresa Cão de Guarda, vencedora de licitação pública realizada pelo Governo Municipal visando atender às necessidades da Expofeira 2014, que vão se revezar durante todo o dia. Além destes ainda o reforço de 36 prepostos da Guarda Municipal, que atuarão com equipes fixas e móveis.
 
Ozeny Moraes observou ainda que a segurança ainda conta com parceria da Polícia Rodoviária Federal, que atua ao longo da BR-324, e ainda da Polícia Militar, presente no Parque de Exposição durante os dias da Expofeira 2014.
 
Também participaram da reunião o comandante da Guarda Civil Municipal de Feira de Santana, Ailton Almeida, e dos representantes da empresa Cão de Guarda, Robério Souza e Jorge Lázaro Santana Galvão, além de representantes da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec).    

terça-feira, 19 de agosto de 2014

PM/BA convoca mais 700 aprovados no concurso de 2012

Soldados
 Outros 700 aprovados no último concurso da Polícia Militar do Estado da Bahia foram convocados, segundo publicação no Diário Oficial desta terça-feira (19/08). As provas foram aplicadas no dia 9 de novembro de 2012 e contaram com 74.702 inscritos.

Esta é a terceira convocação do concurso da PM, que teve a validade prorrogada por mais um ano pelas secretarias da Administração (Saeb) e de Segurança Pública (SSP). Ao todo, 3.295 novos policiais convocados nos últimos dez meses, desde que foi divulgado o resultado final do concurso, segundo informações da Secretaria de Comunicação Social (Secom).
 
Os novos convocados têm como próximas etapas a entrega de documentos, realização de exames médicos, avaliação psicológica, teste de aptidão física e investigação social. Os futuros soldados bombeiros e policiais militares passarão pelo Curso de Formação de Soldados (CFS) e a partir de 2015 estarão nas ruas, ainda segundo a Secom.
 
Durante o curso, que tem duração de nove meses, o convocado recebe uma bolsa de estudos no valor de um salário mínimo e mais 10% desse valor para custeio do fardamento. Após formado, o novo PM recebe, pelo período de um ano, o soldo de R$ 725,21 mais GAP 3 (1.687,58), auxílio alimentação (valor variável) e 10% do soldo para custeio do fardamento.

Polícia Civil investiga como e quem explodiu posto de combustíveis em Feira

Local do acontecido
 Policiais Civis do centro de inteligência, de Feira de Santana deram inicio, na tarde desta terça-feira (19/08), as investigações para apurar, explosão, que ocorreu no posto de combustível Menor Preço, localizado na Avenida João Durval Carneiro, em frente ao Boulevard Shopping, em Feira de Santana.

De acordo com o delegado Madson Sampaio, que está a frente do caso, que acionou a polícia técnica para fazer a perícia no local, além de solicitar as imagens das câmeras de segurança do posto bem como da Seprev (Secretaria Municipal de Prevenção à Violência), que são as imagens do circuito interno de videomonitoramento, implantado pelo governo municipal.
Ainda de acordo com o delegado, o gerente do posto já foi ouvido, mas não passou muitos detalhes, já que ele não estava no local no momento da explosão. Segundo Madson, houve a utilização de algum tipo de explosivo, mas só o laudo pericial poderá trazer essa informação com precisão.
 
EXPLOSÃO - O posto de combustível Menor Preço, localizado na Avenida João Durval Carneiro, em frente ao Boulevard Shopping, em Feira de Santana sofreu o atentado com explosivos, por das 4h30 desta terça-feira (19), danificou o teto do estabelecimento e bombas de gasolina. 
O vigilante do estabelecimento informou que o posto fechou por volta das 22h. em contato com prepostos   do Corpo de Bombeiros, ele informou que não viu ninguém chegar e que estava dentro de um veículo no interior do estabelecimento, quando ouviu o barulho da explosão. A única reação dele foi sair rapidamente com o carro.